54º Congresso Brasileiro do Concreto – Maceió/AL

O consumo de concreto na construção civil tem aumentado significativamente nos últimos anos, causando a falta da continuidade no fornecimento de matérias-primas como a areia, brita e principalmente cimento. Este aumento de demanda provoca além da interrupção do fornecimento destes insumos, um aumento de preço, muitas vezes impostos pelos fornecedores devido ao aquecimento do mercado da construção, sendo o mais representativo o impacto no custo do cimento. As centrais de concreto na maioria das vezes são as mais prejudicadas pela falta e aumento de preço dos materiais constituintes do concreto devido ao grande consumo destes insumos. Associado a isso, temos a disponibilidade de uso de algumas adições que contribuem para melhorar as características de resistência e durabilidade do concreto, como as cinzas volantes e sílica de casca de arroz presentes no Rio Grande do Sul. Dentro deste enfoque e buscando alternativas consistentes e viáveis, principalmente quanto ao impacto no consumo de cimento que representa aproximadamente 70% do custo de cada 1 m³ produzido, desenvolveu-se estudos de dosagens conciliando sílica de casca de arroz, cinza volante e cimento em misturas binárias e ternárias. O presente trabalho demonstrou que o melhor desempenho dos traços foi da curva binária SCA e quanto ao custo às curvas binária CV e ternária CV/SCA obtivem o melhor resultado. Na mistura ternária pode-se concluir também, que há compatibilidade entre as duas adições e esta compatibilidade favoreceu um crescimento de resistência entre as idades de 7 para 28 dias e 28 para 63 dias maior que as duas outras curvas e também que a curva ternária CV/SCA foi a que apresentou o menor consumo de cimento/m3 o que pode representar um ganho de produção para uma quantidade limitada do insumo. O próximo passo será desenvolver testes industriais para comprovar estes mesmos ganhos demonstrados no laboratório.

PDF: UTILIZAÇÃO DA SÍLICA DA CASCA DE ARROZ E CINZA VOLA NTE EM MISTURAS TERNÁRIAS NA PRODUÇÃO DE CONCRETO USINADO EM CENTRAL