53º Congresso Brasileiro do Concreto – Florianópolis/SC

A sílica de casca de arroz, proveniente da combustão controlada em caldeira com leito fluidizado se apresenta como um material com propriedades aglomerantes possíveis de serem utilizadas na produção de concreto.
O frequente acréscimo no consumo de cimento aquecido pela alta demanda de concreto na construção civil, além do constante aumento de exigências na qualidade e durabilidade, faz com que surja a necessidade de alternativas viáveis que absorvam e resolvam tais solicitações.
O desafio que se impôs consiste em viabilizar de forma operacional o uso deste insumo na produção de concreto. Para tanto, buscou-se desenvolver uma metodologia de análise que viabilizasse esta aplicação.
Considerando que em 1m³ de concreto produzido em central o cimento representa aproximadamente 70% do custo total do material, é possível reduzir este custo incorporando outro material com propriedades iguais ou melhores que o aglomerante usual, sendo possível obter ganhos também no aspecto tecnológico.
O presente trabalho apresenta um estudo de dosagem onde se buscou a substituição de uma quantidade fixa de cimento por adições parciais de sílica de casca de arroz de forma a viabilizar técnica, econômica e operacionalmente o seu uso em uma central de concreto.
Os resultados obtidos no âmbito de laboratório foram reproduzidos em escala industrial confirmando com dados consistentes a viabilidade do seu uso.

PDF: UTILIZAÇÃO DA SÍLICA DA CASCA DE ARROZ NA PRODUÇÃO DE CONCRETO USINADO EM CENTRAL